Tagged as: sendentarismo

Falta de atividade física mata 300 mil por ano no Brasil.

O sedentarismo é hoje o maior problema de saúde pública do país, o maior fator de risco isolado. É epidêmico e não recebe a devida atenção. Está na origem de uma série de doenças evitáveis — garante o professor de cardiologia da UFRJ Claudio Gil Araújo, um dos maiores especialistas do país em medicina do esporte e do exercício, com décadas de experiência que incluem o atendimento de atletas olímpicos a senhores de 97 anos.

Retrato de um país sedentário, em que só 30% da população é fisicamente ativa e apenas entre meros 2% a 5% fazem exercícios em volume ideal. No Brasil, 300 mil pessoas morrem por ano de doenças associadas diretamente ao sedentarismo, uma a cada dois minutos, diz o médico Victor Matsudo, consultor da Organização Mundial de Saúde (OMS) para atividade física e coordenador da Rede de Atividade Física da América Latina.

De ontem para hoje, 154 mil pessoas no mundo morreram dessas doenças, principalmente as do coração. O sedentarismo é o fator de risco isolado.

Vamos ter consciência e praticar algum tipo de atividade física, ande mais, suba mais escadas, caminhe 30 minutos por dia. #bemestar #dicasdesaúde.

 

http://www.educacaofisica.com.br/saude-bem-estar/falta-de-atividade-fisica-mata-300-mil-por-ano-no-brasil-ser-jogador-de-final-de-semana-causa-prejuizos-para-a-saude/

 

Ginástica Laboral.

A Ginástica Laboral é uma atividade física leve e de baixo impacto, realizada no próprio local de trabalho, com duração média de 10 a 15 minutos por turma. Tem como principais objetivos a melhora da condição fisiológica, promover o relaxamento físico e mental, diminuir o stress e as doenças ocupacionais além de melhorar o clima organizacional e a qualidade de vida dos colaboradores. A frequência recomendada é de 3 a 5 vezes por semana, sendo a frequência mínima viável de 2 vezes semanais, para que se possa alcançar os resultados desejados. Entre em contato com a Sthanke e agende uma aula experimental. #bemestar #dicasdesaúde